Ano: 2008
Genero: Death metal

Oriundos da cidade de Tumba, na Suécia (eta terra boa pro Metal!), o AMON AMARTH é um dos pioneiros do Viking Metal, apesar dos próprios membros se declararem Death metal melódico. Este sétimo álbum da banda é considerado por alguns como o melhor deles. O grupo ainda conta com um vídeo, entitulado “Wrath of The Norsemen”, de 2006. Confira!

Um riff bem construído, uma guitarra base bem tocada, uma bateria extremamente forte e um baixo rápido, seguidos pelos urros furiosos do vocalista: assim começa Twilight of the ThunderGod, a primeira música do mais novo CD de estúdio do Amon Amarth, batizado com o nome dessa mesma canção.

A banda sueca ganhou alguma fama por combinar a potência do Death Metal com temáticas que fazem referências a vikings, tanto que não é difícil achar o exagerado rótulo de “Viking Metal” associado a eles. Deixando qualquer subdivisão do Metal de lado, o importante é que este sétimo trabalho de estúdio deles é uma verdadeira porrada sonora.

Depois da já citada música de abertura, na qual o guitarrista Roope Latvala, do Children of Bodom, contribuí com um solo destruidor, vem Free will Sacrifice e Guardians of Asgard, essa última com um solo mais leve, mas que tem a mesma qualidade do solo de Latvala. Os riffs rápidos de Where is Your God dão continuidade ao álbum, junto com Varyags of Miklagaard onde, por um breve instante, ouve-se somente a bateria em um passagem no início da música.

Na maior parte do tempo o Amon Amarth mantém um ritmo pesado, e são raros os momentos onde ouve-se o som de apenas um instrumento. Além da já mencionada Varyags of Miklagaard, a participação especial dos finlandeses do Apocalyptica em Live for the Kill é outro desses instantes.

O álbum tem poucos defeitos. No meio de todos os acordes disparados pela banda existe espaço para mais solos, e com certeza os guitarristas Olavi Mikkonen e Johan Söderberg tem criatividade para criar mais. Além disso, o baixo não está tão nítido quanto os outros instrumentos, e pode parecer que o som feito pelo baixista Ted Lundström ficou um pouco abafado pelo som das guitarras e da bateria. Esses detalhes não chegam a tirar o valor do álbum, mas talvez afastem fãs mais exigentes de Metal.

Não tem como afirmar ao certo se o CD será ouvido apenas por fãs fervorosos da banda, por headbangers acostumados com Death Metal a la Arch Enemy e Death ou por pessoas curiosas. Mas pode-se dizer com toda a certeza que as diversas edições desse CD são criativas: ouvintes europeus podem comprar o álbum em vinil, pacote especial com CD e DVD do show Summer Breeze 2007 com 72 minutos de duração cada, e ainda uma edição especial com todos os brindes da edição de colecionador mais bonecos de cada membro da banda, junto com um pôster e um livro em quadrinhos de 36 páginas. Um verdadeiro arsenal para conquistar os fãs da banda. (parte disso pode ser visto no site: http://www.metalblade.de/amonamarth/)

Twilight of the ThunderGod é, até a presente data, o melhor trabalho do Amon Amarth, que evoluiu muito desde Once Sent From the Golden Hall, de 1998, e The Crusher, de 2001. Se os próximos trabalhos tiverem qualidade igual ou superior a Twilight of the ThunderGod, é bem provável que o Amon Amarth torne-se referência entre bandas de Death Metal.

Amon Amarth- Twilight of the ThunderGod – 2008

1. “Twilight of the Thunder God” (feat. Roope Latvala) – 4:09
2. “Free Will Sacrifice” – 4:09
3. “Guardians of Asgaard” (feat. Lars Göran Petrov) – 4:23
4. “Where Is Your God?” – 3:11
5. “Varyags of Miklagaard” – 4:18
6. “Tattered Banners and Bloody Flags” – 4:30
7. “No Fear for the Setting Sun” – 3:54
8. “The Hero” – 4:04
9. “Live for the Kill” (feat. Apocalyptica) – 4:12
10. “Embrace of the Endless Ocean” – 6:44

Membros:
Johan Hegg – vocal
Olavi Mikkonen – Guitarra
Johan Söderberg – Guitarra
Ted Lundstörm – Baixo
Fredik Andersson – Bateria

Anúncios